Anthony Bolante/Reuters
Anthony Bolante/Reuters

Estufa de maconha é encontrada em casa na zona leste de São Paulo

Foram encontrados 400 pés da droga; o local tinha iluminação, temperatura e umidade controladas para acelerar o cultivo

O Estado de S. Paulo

26 Junho 2015 | 10h35

SÃO PAULO - A Polícia Militar descobriu na noite desta quinta-feira, 25, uma estufa para o cultivo de maconha em uma casa no Jardim das Oliveiras, na zona leste de São Paulo. Dois irmãos que trabalhavam no local, na Rua Ângelo Estefanini, foram presos. A polícia ainda tenta localizar um homem que seria o responsável.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais chegaram ao local após receberem uma denúncia anônima. A casa tinha um muro alto e chapas de ferro que fechavam completamente o portão para impedir a visibilidade. 

Ainda segundo o boletim, o interior do imóvel foi modificado para o cultivo dos cerca de 400 pés de maconha, que eram plantados sem contato com o solo (hidropônicas). Para acelerar o crescimento das plantas, a casa tinha iluminação amarela e aparelhos de ar condicionado para controlar a temperatura. 

De acordo com o registro policial, as plantas estavam em diversos estágios de crescimento. Foi preciso uma carreta para transportar todo o material encontrado no imóvel. As plantas, segundo a polícia, serão incineradas.

Os irmãos foram presos em flagrante por associação ao tráfico de drogas.

Mais conteúdo sobre:
Maconha São Paulo Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.