Estudantes da USP fazem manifestação na Avenida Paulista

Alunos afirmam que vão promover uma 'aula de democracia' ao governador Geraldo Alckmin

Agência Estado,

24 Novembro 2011 | 16h48

SÃO PAULO - Cerca de mil alunos da Universidade de São Paulo (USP) estão reunidos na tarde desta quinta-feira, 24, em uma manifestação na Avenida Paulista. A Polícia Militar acompanha o protesto, que está pacífico. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), eles ocuparam totalmente a via no sentido Consolação por volta das 16h30. Por volta das 18h, eles já haviam dado a volta na via e passaram a ocupar totalmente o sentido Paraíso.

Os alunos afirmaram que iriam promover uma "aula de democracia" no vão livre do Masp. "Lá mostraremos ao governador Geraldo Alckmin que, se há alguém precisando de aulas de democracia, esse alguém é ele", afirma o convite para o evento no Facebook. No dia da desocupação da reitoria por policiais militares, Alckmin falou que alguns alunos da USP precisavam de uma "aula de democracia".

Em assembleia realizada ontem na Escola Politécnica (Poli), no câmpus do Butantã, zona oeste da capital, os estudantes decidiram manter a greve.

Atualizado às 18h20

Mais conteúdo sobre:
manifestação estudantes USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.