Estudante vai preso após atropelar motociclista e fugir da PM no Parque São Domingos

Ao ser preso, policiais encontraram garrafas de vodca vazias dentro do carro do jovem, que emitiu socorro e será autuado em flagrante por desobediência e tentativa de homicídio com dolo eventual

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

07 Fevereiro 2011 | 04h54

SÃO PAULO - Um estudante de 18 anos foi detido após atropelar um motociclista e fugir de policiais militares por cerca de um quilômetro em direção à sua residência, no Parque São Domingos, zona norte da capital, na noite de domingo, 6. O jovem, filho de um executivo, não teria prestado socorro e acabou preso quando chegava em casa, próxima ao Parque Cidade de Toronto. Dentro do seu carro, uma caminhonete Mitsubishi L200 branca, os policiais encontraram garrafas vazias de vodca.

 

Giuliano Florido Ciccone atingiu o motociclista Haroldo Antonio de Morais, auxiliar de câmera da TV Globo, no cruzamento da Avenida do Anastácio com a Rua Luís Elias Attie, por volta das 23 horas, segundo policiais que estavam próximo ao local.

 

Giuliano não teria parado para ajudar Haroldo e acelerou para casa, a cerca de um quilômetro dali.

 

Os policiais o perseguiram e conseguiram detê-lo a poucos metros da residência. Enquanto isso, bombeiros encaminharam Haroldo, que não corre risco de morte, ao Hospital São Camilo. Dentro da caminhonete, os policiais encontraram garrafas vazias de vodca e latas de energético.

 

O jovem foi encaminhado ao 33º Distrito Policial, de Pirituba, e autuado em flagrante por desobediência e tentativa de homicídio com dolo eventual. Foi colhido material para exame de dosagem alcoólica no sangue, ainda sem resultado. Segundo a polícia, Giuliano permaneceu preso na carceragem da delegacia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.