Estudante morto na Austrália é enterrado em São Paulo

Roberto Laudisio, de 21 anos, morreu no dia 18 de março após ser atingido por disparo de pistola de choque

do estadão.com.br e Estadão ESPN

15 Abril 2012 | 16h24

Foi enterrado na tarde deste domingo, 15, no Cemitério do Araçá, na zona oeste de São Paulo, o corpo do estudante brasileiro Roberto Laudisio, de 21 anos, morto em março deste ano após ser atingido por disparos de uma arma de eletrochoque da polícia de Sydney.

 

Acusado de roubar um pacote de biscoitos em uma loja de conveniência, Laudisio foi atingido por vários disparos de arma de choque na cidade de Sydney, onde estudava inglês. O caso ainda não foi concluído e o resultado das investigações ainda não foi divulgado.

 

Em entrevista à rádio Estadão ESPN, Pietro Bertolucci, amigo de infância da vítima, disse a família quer saber a verdade. "Nós queremos o melhor fechamento possível e saber o que aconteceu, porque ficou um vazio no coração de todo mundo". A família de Laudisio contratou um escritório de advocacia para realizar uma investigação paralela.

 

 

Mais conteúdo sobre:
australia Roberto Laudisio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.