Estudante morre eletrocutado ao encostar em semáforo de Santo André

Chovia no momento em que Murilo Duvilho Quartarollo apertou o botão para travessia

Bruno Lupion, Estadão.com.br

24 de setembro de 2010 | 07h33

SÃO PAULO - O estudante Murilo Duvilho Quartarollo, de 18 anos, morreu eletrocutado na noite de quinta-feira, 23, ao encostar em um semáforo da Vila Luzita, em Santo André, região metropolitana de São Paulo.

 

Segundo a Polícia Militar, o jovem e um amigo andavam pela Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo e pararam em um cruzamento na altura do nº 5.000, por volta das 21h15. Murilo teria acionado o botão para travessia de pedestres e recebeu uma forte descarga elétrica. Chovia no momento do incidente e o poste estava molhado.

 

O jovem caiu desacordado e foi socorrido por um motorista até o Hospital da Vila Luzita, mas morreu enquanto recebia atendimento. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Santo André.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.