Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Estudante é preso em flagrante por assassinato da mãe na zona sul de São Paulo

Jovem de 25 anos foi detido após vizinhas socorrerem senhora de 59; moradores relatam que brigas eram frequentes

Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

24 Agosto 2016 | 23h22

SÃO PAULO - O estudante Felipe Farina Garcia, de 25 anos, foi preso em flagrante na terça-feira, 23, acusado de matar a própria mãe a facadas dentro de casa, em Cidade Ademar, zona sul de São Paulo. Duas vizinhas que tentaram socorrer Suely Guerra Farina, de 59 anos, do ataque do filho nas escadas do prédio onde moram ficaram feridas com os golpes aplicados pelo jovem.

Felipe foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio qualificado, duas tentativas de homicídio e também responderá por tráfico ­- a polícia encontrou pé de maconha dentro do apartamento. O crime ocorreu  volta das 9h, na Rua Vicente Pereira de Assunção. A Polícia Militar foi acionada por vizinhos e prendeu o estudante ainda nas escadas do prédio, segundo informações do boletim de ocorrência registrado no 43º Distrito Policial (Cidade Ademar).

De acordo com relatos dos vizinhos aos policiais, Felipe e Suely moravam sozinhos e brigavam com frequência. As testemunhas afirmaram que o jovem andava estranho nos últimos dias e se dizia ser Jesus Cristo. Na delegacia, ele disse aos policiais que não se lembrava do que havia ocorrido. As vizinhas feridas por ele, Marcia Cristina Gonçalves Batista, de 54 anos, e Luiza Cristina Borges Ameni, de 59 anos, foram levadas a um hospital da região, mas o estado de saúde delas não foi informado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.