Estudante e pediatra do caso Joanna vão a júri

O estudante de Medicina Alex Sandro da Cunha e a pediatra Sarita Fernandes vão a júri popular pela morte de Joanna Marins, de 5 anos. Contratado irregularmente por Sarita em um hospital, Alex prestou em 2010 atendimento emergencial à criança, que morreu dias depois. Ele está preso por exercício ilegal da medicina, Sarita responde por homicídio, estelionato e fraude.

, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.