Estudante é a 43ª vítima de assédio no metrô

Uma universitária de 18 anos foi a 43.ª vítima de assédio sexual neste ano em São Paulo em dependências da CPTM e do metrô. A auxiliar de marketing e estudante de Direito Laysi Layane da Silva estava em um vagão da Linha 1-Azul do metrô quando foi molestada, às 8h de ontem. Seguranças do metrô levaram o rapaz à Delegacia de Polícia do Metropolitano. Ele responderá em liberdade por importunação ofensiva ao pudor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.