Estudante diz que matou por sofrer bullying

Bruno Eusébio dos Santos confessou ter matado colega de quarto em uma república no Horto, no RJ

MARCELO GOMES / RIO, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2012 | 03h03

O estudante Bruno Eusébio dos Santos, de 26 anos, confessou nesta sexta-feira, 27, à noite ter matado o aluno de mestrado José Leandro Pinheiro, de 21 anos, com quem dividia quarto em uma república no Horto, na zona sul do Rio. O crime ocorreu nesta quinta de manhã.

Segundo o delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios (DH) do Rio, Santos alegou que era vítima de bullying e afirmou ter tentado suicídio após matar o colega. Os dois estudavam no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e dividiam havia cerca de um ano o quarto na república. A vítima foi morta no quarto, com uma pedrada na cabeça e quatro facadas, no peito e na barriga.

"Ouvimos os 13 moradores da república e nenhum afirmou que o acusado sofria bullying, mas todos disseram que ele era muito introspectivo", disse o delegado. Segundo Barbosa, Santos não explicou em que circunstâncias sofria bullying.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.