Estudante da USP e chef suíço estão entre as vítimas

Um dos casos de latrocínio de maior repercussão no primeiro semestre foi o do estudante Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, morto por assaltantes no estacionamento da Faculdade de Economia e Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), em 18 de maio. Por causa do crime, a USP decidiu permitir que a Polícia Militar faça rondas no câmpus e estuda novas medidas de segurança.

, O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2011 | 00h00

No dia 11 de julho, o chef de cozinha suíço Nicolas Friedrich Hans Dornaus foi morto no Socorro, zona sul de São Paulo. De moto, ele voltava do trabalho em um hotel de luxo e parou em um semáforo. Foi abordado por ladrões, que queriam a motocicleta, e levou um tiro nas costas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.