Estudante da PUC é baleado em assalto perto da universidade

Aluno de Relações Internacionais, de 23 anos, foi atingido no pescoço, a uma quadra do câmpus de Perdizes; seu estado de saúde é estável

O Estado de S. Paulo

16 Maio 2013 | 03h49

Atualizado às 12h05

SÃO PAULO - Um estudante de 23 anos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) levou um tiro no pescoço depois de sofrer um assalto a uma quadra do câmpus da universidade em Perdizes, por volta das 20h25 de terça-feira, 14. Segundo a polícia, B.P.R., que cursa Relações Internacionais, foi atingido após entregar o celular para o bandido, na altura do número 292 da Rua João Ramalho.O criminoso fugiu.

A polícia informou que o quadro de saúde do jovem, levado pelo Samu ao Hospital das Clínicas, era estável na manhã desta quarta, 15. Ele saiu de uma cirurgia para a retirada da bala por volta das 5h.

De acordo com o delegado titular do 23º Distrito Policial (Perdizes), Marco Aurélio Batista, há a suspeita de que o autor do disparo tenha chegado em uma moto e de que mais de uma pessoa tenha participado do assalto. "É raríssimo (os bandidos) agirem sozinhos", disse Batista. Segundo ele, nenhum suspeito havia sido identificado até as 10h30 desta quarta.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Mais conteúdo sobre:
Assalto Perdizes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.