Estrutura do Teatro Cultura Artística corre risco de desabar

Laudo sobre o incêndio que atingiu o local no domingo deve demorar de 10 a 20 dias para ficar pronto

da Redação,

18 de agosto de 2008 | 11h17

Equipes do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) e do Corpo de Bombeiros fazem vistoria na estrutura do Teatro Cultura Artística por volta das 11 horas desta segunda-feira, 18. O teatro foi atingido por um incêndio de grandes proporções na madrugada de domingo, 17, sem deixar feridos, mas a estrutura do corre risco de desabamento. O prefeito Gilberto Kassab (DEM), que esteve no local do incêndio no domingo, deve fazer uma nova visita no fim da manhã desta segunda-feira, 18.   Veja também: Imagens da história do teatro  Teatro Cultura Artística pode ir para outro lugar Seguro do Cultura Artística não deve pagar prejuízo do incêndio Piano de R$ 100 mil foi destruído  Turistas desavisados lamentam incêndio  É o fim de ''O Bem Amado'', diz Nanini  Cultura Artística, um mito da vida teatral brasileira   A Subprefeitura da Sé mantém uma equipe da Defesa Civil no local, mas não confirma o risco de desabamento, apesar de manter uma equipe de perícia no teatro. De acordo com a Subprefeitura da Sé, a Defesa Civil intimou o proprietário do imóvel, neste domingo, a reformar e restaurar o prédio, e por conta do risco de algum acidente, como prevenção, ele foi interditado. O laudo sobre o incêndio deve demorar de 10 a 20 dias. Após o incêndio, o teatro pode ser transferido de local.   Segundo Eric Klug, responsável por relações institucionais da Sociedade de Cultura Artística, o local poderá ser arrendado e uma parceria poderá ser proposta para empresas com o intuito de ter outro espaço para as peças e concertos.   Todas as apresentações previstas foram canceladas e o valor dos ingressos adquiridos será devolvido - para informações, a Sociedade de Cultura Artística forneceu o telefone (0xx11) 3258-3344.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.