Estragos causados pela chuva geram revolta na zona leste de SP

Para protestar, moradores incendiaram objetos; o teto de um supermercado desabou parcialmente

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

13 Janeiro 2010 | 08h04

Quedas de árvores e alagamentos causados em razão da chuva causaram revolta nos moradores da região de Guaianazes, na zona leste de São Paulo.

 

Por volta das 22h45 desta terça-feira, 12, PMs do 28º Batalhão e equipes dos bombeiros foram acionados para a esquina da Rua Inácio Monteiro com a Estrada do Iguatemi.

 

Os moradores incendiaram, em via pública, pertences estragados pela chuva, formando grandes fogueiras. O teto do Supermercado Ricoy, na Rua Saturnino Pereira, desabou parcialmente.

 

Algumas viaturas da PM permaneciam no local até as 3 horas desta quarta-feira, 13. A Defesa Civil Municipal afirma que não foi solicitada para aquela região da cidade.

 

Jardim Iguatemi

 

Um grupo de moradores do Jardim Iguatemi, na zona leste de São Paulo, também está protestando desde a noite desta terça-feira, 12, contra as constantes enchentes que atingem a região.

 

Segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os moradores interditaram parte da Avenida Ragueb Chohfi e da Estrada do Iguatemi, queimando pneus e apedrejando ônibus que passavam pelo local.

 

De acordo com a Polícia Militar, que não soube informar o número de manifestantes, a situação era pacífica no local nesta manhã de quarta-feira, 13.

Mais conteúdo sobre:
protesto zona leste enchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.