FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

Estradas paulistas têm lentidão na saída para a Semana Santa

Rodovia dos Bandeirantes, no sentido interior, é a mais prejudicada, com 21 quilômetros de congestionamento

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

24 Março 2016 | 19h39

SOROCABA – O paulistano enfrentou chuva e congestionamento na saída para o feriado da Semana Santa nas rodovias que ligam a capital ao interior, nesta quinta-feira, 24. No início da noite, quem seguia para a Baixada Santista pegava a Imigrantes com trânsito lento do km 63 ao 70, no fim da serra. Em direção ao Guarujá, havia mais 14 quilômetros de lentidão com paradas na rodovia Cônego Domênico Rangoni. A Padre Manoel da Nóbrega, próximo de Praia Grande, também estava travada num trecho de 8 quilômetros.

Na rodovia Castelo Branco, em direção ao interior, os motoristas foram apanhados por forte chuva por volta das 17 horas. Uma hora mais tarde, havia dez quilômetros de congestionamento entre Osasco e Araçariguama. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, da capital à região de Campinas, a situação era ainda pior. A Bandeirantes tinha 21 km de congestionamento, e o motorista que preferiu a Anhanguera pegava outros 14, em razão do excesso de veículos.

Na Dutra, um acidente entre dois carros no km 212, em Guarulhos, causava 4 quilômetros de congestionamento. Não havia informações sobre vítimas. Em Taubaté, também havia 5 km de trânsito lento. Na rodovia Régis Bittencourt, o tempo chuvoso prejudicava o trânsito, que tinha 4 km de congestionamento em Embu das Artes e 7 km de fila na Serra do Cafezal, em Miracatu. Já a Fernão Dias registrava seis quilômetros de congestionamento próximo de Mairiporã. Um carro em chamas no km 83 não deixou vítimas, mas atrapalhou o trânsito na rodovia Carvalho Pinto.


Mais conteúdo sobre:
feriado semana santa estradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.