Polícia Militar Rodoviária/Divulgação
Polícia Militar Rodoviária/Divulgação

Estradas paulistas têm 26 mortes no feriado de Corpus Christi

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, houve redução de 36,6% na quantidade de vítimas; 46 motoristas foram presos por embriaguez

O Estado de S. Paulo

08 Junho 2015 | 11h17

SÃO PAULO - O feriado de Corpus Christi nas estradas estaduais de São Paulo terminou com 26 mortos e 46 motoristas presos por embriaguez ao volante - três deles se envolveram em acidentes que terminaram em morte -, segundo um balanço da Polícia Militar Rodoviária, divulgado nesta segunda-feira, 8. De acordo com a polícia, foram 15 mortes a menos do que no mesmo feriado do ano passado: redução de 36,6% em vítimas fatais. Os dados se referem ao período das 14h da última quarta-feira, 3, até as 23h59 de domingo, 7. 

Ao todo, a Polícia Militar Rodoviária emitiu 22.696 multas. Deste total, 2.375 foram por ultrapassagem em local proibido, 4.779 para motorista dirigindo sem cinto de segurança e outras 760 por embriaguez ao volante. A polícia aumentou em 22,14% o efetivo das estradas paulistas durante o feriado prolongado, fazendo uma série de bloqueios. 

Ao todo, 99 pessoas foram presas em flagrante por crimes como tráfico de drogas e roubo, 11 foragidos da Justiça foram capturados e também houve a apreensão de oito armas de fogo, 14 quilos de entorpecentes, R$ 107 mil em 12 veículos roubados ou furtados. 


Mais conteúdo sobre:
Estradas Violência São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.