WERTHER SANTANA/ESTADãO/18/04/2014
WERTHER SANTANA/ESTADãO/18/04/2014

Estradas paulistas registram menos congestionamento no retorno do Carnaval

Maioria das rodovias apresenta trânsito livre na noite desta terça

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

05 de março de 2019 | 19h08

SOROCABA – O retorno do paulistano após o Carnaval está mais tranquilo do que o esperado, nas estradas paulistas, no início da noite desta terça-feira , 5. Os congestionamentos eram menores que os registrados na saída do feriadão, na noite de sexta-feira, 1.º.

O motorista que retorna da Baixada Santista e litoral sul pelo Sistema Anchieta-Imigrantes encontra todos os trechos livres de congestionamento, apesar do tráfego intenso, segundo a concessionária. Com a Operação Subida acionada desde o início da tarde, oito pistas das duas rodovias estão com tráfego direcionado para a capital.

Na Rodovia dos Tamoios, o tráfego está intenso e os motoristas encontram nebulosidade no trecho da serra, mas sem congestionamento.

Quem segue do interior para São Paulo pela rodovia Castelo Branco encontra lentidão na chegada a São Paulo, devido à chuva que atingiu a capital no fim da tarde. Também há pontos de parada entre o km 25 e o km 24, em Barueri.

No sistema Anhanguera- Bandeirantes, o tráfego intenso causa lentidão entre o km 58 e o km 53, em Jundiaí.

A situação está mais complicada na Fernão Dias, com 13 quilômetros de congestionamento no sentido São Paulo a partir do km 59, em Mairiporã, devido ao alto fluxo de veículos. Outros 4 quilômetros de trânsito com paradas são registrados entre o km 26 e o km 30, em Atibaia.

Na Régis Bittencourt , há 8 quilômetros de retenção na chegada à capital paulista, no acesso ao Rodoanel, devido à intensidade do tráfego. A fila de veículos começa no km 288, em Itapecerica da Serra, e segue até o km 280, em Embu das Artes.

Na rodovia Anhanguera, à tarde, um homem de 71 anos morreu depois colidir o veículo que dirigia, um utilitário, na traseira de um caminhão, em Sumaré. Uma das pistas ficou interditada no km 114, local do acidente, mas foi liberada uma hora depois.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.