Estradas paulistas registram 34 mortes no feriado de aniversário de SP

Quase 20 mil multas foram aplicadas; rodízio municipal voltou a vigorar nesta quarta-feira

Priscila Trindade - Central de Notícias,

26 Janeiro 2011 | 07h58

SÃO PAULO - As estradas estaduais de São Paulo registraram 34 mortes durante o feriado prolongado do aniversário da cidade, comemorado nesta terça-feira, 25. No ano passado, os acidentes mataram 35 pessoas.

 

Veja também:

blog Acompanhe a situação do trânsito na capital

 

O índice foi medido entre a 0 hora de sexta-feira, 21, e 23h59 de ontem. Em 2010, a medição contabilizou acidentes e mortes entre os dias 22 e 25 de janeiro. Dessa forma, a Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo (PRE) considera que houve um dia a mais na comemoração do feriado de aniversário da cidade neste ano.

 

Na última operação, foram registrados 1.154 acidentes, contra 926 no ano passado. Das 42.829 fiscalizações, 18.852 multas foram aplicadas. Dessas, 16.741 foram em automóveis e as outras 2.111 em motocicletas.

 

Rodízio. O rodízio municipal de veículos voltou a vigorar nesta quarta-feira, 26, em São Paulo. A Operação Horário de Pico ficou suspensa para os veículos de passeio nos dias 24 e 25 de janeiro, em razão do feriado de Aniversário de São Paulo.

 

No horário de pico, os automóveis estão proibidos de circular um dia da semana pelo centro expandido durante os horários de pico - das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas - de acordo com o fim da placa: segunda-feira (1 e 2), terça (3 e 4), quarta (5 e 6), quinta (7 e 8) e sexta (9 e 0). A multa para quem desrespeitar o rodízio é de R$ 85,12, além de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Mais conteúdo sobre:
trânsito acidentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.