DER
DER

Sistema Anchieta-Imigrantes tem mais de 50 km de lentidão; veja situação das rodovias de SP

Congestionamentos são registrados no sentido São Paulo e litoral sul; na Rio-Santos, trânsito é de mais de 30 km

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2019 | 10h33
Atualizado 02 de janeiro de 2019 | 22h27

SÃO PAULO - Motoristas enfrentam congestionamento nas principais rodovias litorâneas nesta quarta-feira, 2.

A rodovia dos Imigrantes apresenta lentidão, no sentido de São Paulo, do km 70 ao 58. No trecho de serra das pistas norte e sul, o trânsito vai do km 58 ao 45. Ambas as pistas da rodovia operam no sentido da capital. 

Anchieta está congestionada do km 27 ao 40 no trecho de planalto e, na serra, registra lentidão do km 40 ao km 55 na pista sul. Por volta das 21h50, a pista norte, que operava apenas no sentido litoral, foi interditada para que o trânsito seja novamente liberado na direção de São Paulo.

A Padre Manoel da Nóbrega tem congestionamento do km 270 ao 274, no acesso para a rodovia dos Imigrantes; e do km 292 ao 280, no sentido São Paulo. Também na direção da capital paulista, a Cônego Domênico Rangoni registra trânsito lento em todo o percurso, desde a saída do Guarujá até o acesso para a Imigrantes.

A Rio-Santos tem situação complicada entre UbatubaSão Sebastião. O congestionamento na rodovia de acesso ao litoral norte afeta principalmente dois trechos na direção da capital paulista: do km 90 ao 100; e do km 205 ao 214.  No sentido São Sebastião, o trânsito vai do km 70 ao 100.

A Oswaldo Cruz tem apenas tráfego intenso no sentido São Paulo. A rodovia tem problemas na chegada à Ubatuba, com lentidão do km 88 ao 94. 

No corredor das rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, o tráfego é normal para a capital paulista.

Por volta das 14h, a Dersa informou que a travessia entre Guarujá e Bertioga ficou paralisada por 22 minutos, por causa de 'problemas técnicos'. Após ajustes, barco voltou a operar. Tempo de espera é de 180 minutos no Guarujá e de 30 minutos em Bertioga.

Uma obra emergencial de reparo no pavimento interditou a faixa da direita e o acostamento da Régis Bittencourt durante a tarde no sentido São Paulo, em São Lourenço da Serra, com retenção de 3 quilômetros, do km 309 ao 306. De acordo com a concessionária que gerencia a rodovia, o tráfego no local está normalizado e a vida apresenta lentidão apenas na chegada a São Paulo. No total, são nove quilômetros de congestionamento entre o km 289 e o 280.

A rodovia Fernão Dias também tem tráfego lento, no sentido de São Paulo, do km 49 ao 59, em Mairiporã, devido ao fluxo intenso de veículos.

 

Rodovias federais têm menos mortes e mais infrações graves

Durante os cinco dias de feriado do ano-novo, foram registradas 70 mortes em rodovias federais de todo o País, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira, 2, pela Polícia Rodoviária Federal. O número de óbitos é 20% menor que no mesmo período do ano passado, quando 87 pessoas morreram em acidentes. Houve ainda redução de 30% no número de acidentes, de 1.264 para 880, e de 7% no de feridos, de 1.310 para 1.201. Os dados se referem ao período entre 28 de dezembro e 1º de janeiro. / COLABOROU IGOR MORAES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.