Estradas federais de São Paulo registram três mortes e 79 feridos no feriado

Na comparação com a Semana Santa, acidentes caíram 13%, mas número de feridos cresceu 19,7%

Gheisa Lessa, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2012 | 14h41

SÃO PAULO - Três pessoas morreram e 79 ficaram feridas em 156 acidentes registrados nas rodovias federais no Estado de São Paulo durante o feriado da Independência do Brasil. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal, que realizou a Operação Independência em 1.067 quilômetros de estradas da 0h de quinta-feira, 6, às 24h do domingo, 9.

Conforme balanço oficial divulgado nesta segunda-feira, 10, o número de mortes aumentou, enquanto o número de feridos e de acidentes diminuiu, em comparação com o feriado da Semana Santa, que aconteceu entre os dias 5 e 8 de abril. Ao longo da Semana Santa, duas pessoas morreram e 66 ficaram feridas em 179 acidentes.

A PRF explica que como o feriado da Independência de 2011 foi numa quarta-feira, os resultados divulgados nesta segunda foram relacionados com o feriado da Semana Santa deste ano, que também teve três dias. Acidentes. Um dos acidentes fatais deste feriado foi um atropelamento que aconteceu no km 161 da Rodovia Presidente Dutra, na região de Jacareí, em São Paulo. A ocorrência foi registrada por volta da 1h10 do sábado, 8.

As outras duas mortes aconteceram na Rodovia Régis Bittencourt. Um caminhão capotou por volta das 1h40 da sexta-feira, 7, no km 545,3 na região de Barra do Turvo. Outro atropelamento, dessa vez de um carro, também deixou uma pessoa morta, na altura do km 499, em Cajati, litoral sul de São Paulo.

Álcool e direção. A Polícia Rodoviária Federal realizou mais de mil testes do bafômetro no feriado. De todos os motoristas avaliados, 25 foram multados e nove foram presos em flagrante por embriaguez ao volante (quando a dosagem de álcool no sangue é igual ou superior a seis decigramas por litro).

Mais conteúdo sobre:
federaisestradasferiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.