Estradas devem ter congestionamento a partir das 14h de hoje

Mesmo com movimento abaixo do esperado por causa do frio, orientação aos motoristas é voltar a SP antes do almoço

O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2012 | 03h05

Administradoras das principais rodovias de acesso à capital estimam que o tráfego mais intenso na volta a São Paulo ocorra a partir das 14 horas de hoje. Apesar do frio e de o movimento nas estradas ter ficado abaixo do esperado na sexta-feira, a cidade registrou o segundo pior índice de lentidão na quinta (259 km), véspera do feriadão, e todas as rodovias prepararam esquemas especiais para minimizar eventuais lentidões.

Nas Rodovias Anchieta e Imigrantes, haverá operação subida até as 2h da próxima madrugada. O esquema que libera o tráfego sentido capital em todas as pistas da Imigrantes e na pista norte da Anchieta está programado para começar às 9h de hoje.

Estimativa da rodovia apontava que até 360 mil veículos desceriam a Serra do Mar neste feriado. O tempo encoberto, no entanto, fez com que muita gente desistisse: até o fim da tarde de anteontem, apenas 144 mil veículos haviam feito a descida pelas duas rodovias.

Já nas Rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, o movimento mais intenso hoje será depois das 16 horas, segundo a concessionária CCR ViaOeste. A rodovia informou que fará operação "papa-fila" nas praças de pedágio - agentes vão caminhar entre os carros fazendo a cobrança da tarifa para acelerar o escoamento dos veículos. Todas as obras de manutenção em execução na pista foram interrompidas até o meio-dia de amanhã para evitar o surgimento de gargalos.

Obras. Na Rodovia Anhanguera, por outro lado, as obras de construção da terceira pista vão continuar normalmente hoje. Os serviços estão concentrados nos trechos entre os km 19 a 20 e km 62 a 71 - ambos no sentido capital. O tráfego de caminhões está proibido hoje na Rodovia dos Bandeirantes, entre os km 47 e 23, na pista sentido capital, a partir das 14h. Os veículos pesados devem sair da rodovia no km 48, onde há conexão com a Anhanguera. / BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.