Estradas de SP tem movimento normal na manhã desta sexta

Exceção fica por conta da Rodovia dos Tamoios, onde acidente bloqueia totalmente um trecho da serra

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

21 de março de 2008 | 09h02

O movimento é considerado normal neste feriado de Sexta-Feira Santa nas principais estradas de São Paulo. De acordo com a Polícia Rodoviária e as concessionárias, agora é um bom momento para os motoristas que quiserem iniciar viagem para aproveitar o feriado prolongado de Páscoa.   Veja também: Ao vivo: Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral Rodovias de SP têm trânsito intenso na véspera de feriado  O que abre e fecha em São Paulo no feriadão  1,5 milhão de carros lotarão as estradas paulistas no feriadão  PRF anuncia 'lei seca' mais dura para o feriadão de Páscoa  Veja testes com mais de 200 ovos de chocolate    O trânsito segue sem problemas nas estradas estaduais, como a Castello Branco, Raposo Tavares, Sistema Anhangüera/Bandeirantes, Ayrton Senna, Padre Manoel da Nóbrega, Piaçagüera/Guarujá e Mogi/Bertioga. A exceção fica por conta da Rodovia dos Tamoios, onde um acidente que aconteceu por volta da 1 hora da madrugada desta quinta, 21, ainda provoca congestionamento. Segundo a Polícia Rodoviária, um caminhão que transportava lixo orgânico tombou, na altura do quilômetro 72, trecho de serra, no sentido Caraguatatuba/São José dos Campos, que está totalmente interditado.   O bloqueio foi necessário para remoção da carga, que ameaçava cair no asfalto. Foi implantado, então, o esquema Pare e Siga na pista inversa, com os carros passando alternadamente em cada direção. Por conta desse acidente, os motoristas que seguem no sentido Caraguatatuba/São José dos Campos enfrentam cerca de cinco quilômetros de lentidão.   Nas rodovias federais, a situação é boa tanto na Presidente Dutra como na Fernão Dias. Por volta das 6h40, houve um acidente na Dutra, no sentido Rio/São Paulo, nas proximidades do quilômetro 16, região de Guarulhos. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, houve um choque envolvendo dois caminhões e dois carros de passeio e quatro pessoas ficaram feridas. Os veículos já foram retirados do local e a movimentação está normalizada.   Já na Régis Bittencourt, como ocorre em praticamente todos os feriados prolongados, há morosidade na altura do quilômetro 327, sentido São Paulo/Curitiba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, devido ao afunilamento de pista naquele trecho e ao excesso de veículos, quem viaja neste momento para o Paraná encontra pelo menos cinco quilômetros de tráfego lento.   A partir das 9 horas, a pista norte da Rodovia Anchieta, que esteve fechada para obras, será reaberta. Assim, a partir desse horário, os motoristas que forem para a Baixada Santista passarão a ter as pistas sul e norte da Rodovia Anchieta e a nova Imigrantes.   O retorno à capital paulista continuará sendo feito pela antiga Imigrantes. Desde zero hora de quinta-feira, 20, até o momento, passaram pelos pedágios rumo às praias 158 mil veículos. A previsão da Ecovias é de que cerca de 350 mil veículos deverão utilizar o sistema neste feriado prolongado de Páscoa. Na última hora, foi registrada a passagem de 5,2 mil veículos pelos pedágios rumo à Baixada.   A Ecovias, empresa responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes deve implantar às 9h15 a operação descida. Agora, está em vigor o esquema 5 X 3, com a ida para o litoral sendo feita pela pista sul da Anchieta e pela nova Imigrantes e a volta a São Paulo ocorrendo pela antiga Rodovia dos Imigrantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Sexta Feira SantaTrânsitoEstradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.