Estimativa é que mais de 1 milhão de pessoas deixarão a capital no feriado

Anchieta e Imigrantes vão ter operação de monitoramento especial; são esperados de 160 a 275 mil veículos

Gheisa Lessa - Central de Notícias,

04 de junho de 2012 | 15h45

São Paulo, 4 - As concessionárias responsáveis pelas Rodovias Anchieta e Imigrantes, e o corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto calculam que mais de 1 milhão de paulistas devam deixar a capital neste feriado de Corpus Christi, entre 6 e 10 de junho.

De acordo com a Ecovias, responsável pelas Rodovias Anchieta e Imigrantes, são esperados que 160 e 275 mil veículos passem pelos trechos da concessão no sentido litoral paulista.

A contagem, segundo a Ecovias, terá início às 0h da próxima quarta-feira, 06 e se estenderá até às 23h59 de domingo, 10.

Com o objetivo de garantir melhor fluidez e a segurança dos motoristas, a Ecovias montará operações especiais durante os períodos de maior movimento nas rodovias. Na quinta-feira, 07, a partir das 9h, será implantada a Operação Descida 7x3, com as duas pistas da Anchieta e a pista nova da Rodovia dos Imigrantes operando no sentido litoral. Nesse caso, a subida dos motoristas para a capital será feita apenas pela Rodovia dos Imigrantes, informa a concessionária.

Já a Ecopistas, empresa responsável pelas vias que integram o Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, espera que entre 800 e 955 mil veículos utilizem as rodovias no período do feriado de Corpus Christi. A previsão leva em conta os dois sentidos da via e as quatro praças de pedágio do Corredor.

Apenas pela praça de Itaquaquecetuba, deixando São Paulo em direção à região serrana de Campos do Jordão, Litoral Norte, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro, devem passar cerca de 200 mil veículos.

A previsão é de que, na ida, o fluxo de veículos seja mais intenso das 15h às 18h da quarta, 06, e entre 8h e 13h da sexta, 07. O mesmo deve ocorrer no período das 14h às 20h do domingo, 10, em direção à Capital.

Tudo o que sabemos sobre:
feriadorodoviastrânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.