Estiagem causa racionamento de água em Itu

A queda no nível dos reservatórios, com a segunda pior seca em 24 anos, levou a concessionária Águas de Itu a adotar o racionamento na cidade, a 98 km de São Paulo. Os 154 mil moradores estão recebendo água apenas durante uma parte por dia.

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2011 | 03h04

Desde domingo, o abastecimento é interrompido entre 19h e 6h. Os serviços de Porto Feliz e Pereiras também estão pedindo à população que economize água. Em Itu, o racionamento vai continuar até que o nível dos mananciais se normalize.

Chuva. Já a Defesa Civil do Estado se preocupa com o próximo período de chuvas. E vai começar a usar mensagens via celular para alertar moradores da região do Sistema Cantareira de abastecimento de água sobre possíveis chuvas em quantidade acima do normal e ainda em relação a aberturas de comportas das represas. Serão mapeados 20 municípios naquela região, incluindo Itatiba e Bragança Paulista.

A região do Sistema Cantareira é uma das que mais têm sofrido com as chuvas no Estado de São Paulo. Em Atibaia, 500 famílias foram atingidas em 2010 pelas inundações; no ano passado, Franco da Rocha viu até o prédio da prefeitura ficar cheio de água.

Líderes comunitários vão receber as mensagens e comunicar o restante dos moradores - e poderão iniciar um processo de evacuação, dependendo do risco. A forma de comunicação via celular é semelhante à já usada pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) na capital paulista. /JOSÉ MARIA TOMAZELA e MÁRCIO PINHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.