Estelionatário preso vendendo falso notebook na região central de SP

Atraídos pelo baixo preço, clientes compravam aparelho, sem nota fiscal, e quando chegavam em casa, verificavam que sob o teclado havia pedra, areia e tijolo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

22 Março 2011 | 05h30

SÃO PAULO - Investigadores da 1ª Delegacia Seccional Centro prenderam, na tarde desta segunda-feira, 21, mais um estelionatário acusado de tentar vender notebook recheado de pedra e areia na região central de São Paulo. Esse seria o quarto bandido preso pelo mesmo crime desde o último dia 10, quando outros três foram autuados em flagrante, também na região central, ao tentarem vender o computador a um policial civil que realizava investigações.

 

Os criminosos agem na boa fé de clientes que, atraídos pelo preço bem abaixo do mercado, compram o aparelho na rua - sem nota fiscal - e, quando chegam em casa, ao abrirem a caixa, verificam que sob o teclado, em vez de peças eletrônicas, há somente pedra, areia e tijolo. Onze dias atrás, quatro homens foram presos tentando vender a um policial um notebook por menos de R$ 900,00.

 

Os quatro estelionatários estão na carceragem do 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia.

Mais conteúdo sobre:
Notebook, roubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.