Divulgação
Divulgação

Estátua de 7 metros é furtada em Marília, no interior de São Paulo

Dinossauro foi levado por ladrões na carroceria de carro que acabou colidindo na fuga

Rene Moreira, O Estado de S. Paulo

27 Maio 2013 | 17h34

A estátua de um dinossauro foi furtada na madrugada desta segunda-feira (27) de uma rotatória na zona sul de Marília (SP). Ela mede sete metros de comprimento, tem quatro de altura e foi colocada pela prefeitura no local para lembrar que o município é reconhecido pelos estudos que faz da paleontologia. Horas depois, ela foi encontrada abandonada perto de uma companhia da Polícia Militar.

Os ladrões teriam se utilizado de uma picape para levar a estátua, que estava na rotatória da avenida das Esmeraldas, mas acabaram colidindo com outros carros e abandonando a peça após ela cair no meio da rua. O acidente aconteceu numa estrada de terra e o dinossauro foi recuperado, porém, com muitos causados danos em razão do transporte e do tombo. O caso foi registrado na Polícia Civil que procura os autores.

Nesta tarde, funcionários da Secretaria de Cultura do município buscaram a estátua acompanhados de uma artista plástica que trabalhou na confecção da obra. O objetivo agora será restaurar essa réplica de dinossauro, que deve ficar pronta somente em junho. Outras duas estátuas parecidas, feitas por artistas locais, foram colocadas em outros pontos de Marília e precisarão de reforma porque também sofreram vandalismo.

Projeto

As réplicas de dinossauros foram produzidas em fibra de vidro como parte do projeto DinoMarília, criado pela Secretaria de Estado da Cultura e realizado pela Oficina Cultural Tarsila do Amaral, mantida pelo município. Elas foram instaladas no início deste mês e vinham se tornando atração turística na cidade. As esculturas representam um titanossauro, animal que viveu há milhões de anos e que teve fósseis descobertos há pouco tempo em Marília.

Mais conteúdo sobre:
Roubo Estátua

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.