Estado quer a iniciativa privada limpando o Tietê

Outro projeto para aumentar a resistência da cidade às enchentes é mudar o sistema de limpeza da calha do Rio Tietê, essencial para desassorear o rio e aumentar sua capacidade de vazão. Em vez de contratar esporadicamente o serviço, o governo planeja fazer outra PPP, para que uma empresa seja responsável constante por manter o trecho do rio entre o Cebolão e a Barragem da Penha desassoreado por mais de 20 anos. Em troca, ela receberia repasses anuais do governo estadual. "Deverá ser a próxima PPP a ser apreciada pelo Conselho Gestor", afirma Edson Giriboni.

O Estado de S.Paulo

24 Março 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.