'Estado' promove na madrugada 1ª maratona hacker

Encontro de 24 horas entre programadores e jornalistas vai incentivar projetos de transparência utilizando dados públicos

O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2012 | 03h04

Em parceria com a Casa de Cultura Digital, o Grupo Estado promove a partir desta madrugada o primeiro "hackathon" já organizado por um veículo de comunicação brasileiro. Maratona de programação 24 horas, o Hackatão terá início à meia-noite e terminará à zero hora de domingo.

Parceria dos cadernos Link e Estadão.edu com o Estadão Dados e o Estadão.com.br, a ação se inspira nos "hackathons" (contração das palavras "hacker" e "maratona", em inglês), prática comum em empresas de tecnologia que viam ali a oportunidade de testar novos projetos criativos. Esses eventos se tornaram ambientes perfeitos para caça-talentos de grandes empresas, por exemplo.

Mais recentemente, empresas de comunicação, como o New York Times e o Guardian, enxergaram o potencial desses encontros e passaram a também promover maratonas.

A proposta do Hackatão é reunir em apenas um lugar profissionais da comunicação e programadores que, juntos, analisarão diversas bases de dados e formularão ferramentas e soluções digitais práticas para os problemas da cidade e do País.

Jornalistas, designers, diagramadores e editores também participarão das atividades na sede do Estado, no bairro do Limão.

"A expectativa é que possamos produzir aplicativos que tornem informações de interesse público que estão desestruturadas, ou estruturadas de forma complexa, mais compreensíveis e acessíveis", disse o coordenador do núcleo Estadão Dados, José Roberto de Toledo.

Para os mais de 170 participantes inscritos (a lista completa está disponível no site do Link), haverá Wi-Fi, convênio com estacionamento, além de alimentação e ônibus fretados a partir do Terminal Barra Funda. O equipamento utilizado é de responsabilidade do participante.

A cobertura completa e os projetos criados pelos participantes da maratona hacker poderão ser vistos no Estadão.com.br, pelo blog Hackatão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.