Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Estado de SP tem 1,7 mil mortes e mais de 20 mil casos de coronavírus

35% dos óbitos ocorreram fora da cidade de São Paulo; 284 municípios paulistas têm registro da doença

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2020 | 16h16

Chegou a 1,7 mil o número de mortes por novo coronavírus no Estado de São Paulo, de acordo com a Secretaria da Saúde. O novo boletim, divulgado na tarde deste domingo, 26, ressalta que 35% dos óbitos ocorreram fora da capital paulista, o que demonstra um espalhamento da pandemia pelo litoral, a região metropolitana e o interior. Ao todo, 128 municípios tiveram ao menos uma vítima fatal da covid-19.

O Estado tem 20.715 casos da doença em 284 cidades. Há, ainda, 7,5 mil pacientes internados com suspeita ou confirmação da covid-19 em hospitais, dos quais 2.908 estão em leitos de UTI. 

Segundo a secretaria, a taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 é de 58,9%. O índice que sobe para 77,3% na Grande São Paulo

Entre as vítimas fatais, estão 994 homens e 706 mulheres. Do total, 75% das vítimas tinham 60 anos ou mais. Além dos idosos, os demais óbitos se distribuem entre as seguintes faixas etárias: 218 entre pessoas de 50 a 59 anos; 126 entre aqueles de 40 a 49 anos; 61 entre 30 a 39 anos; 15 entre 20 a 29 anos; 4 entre 10 e 19 anos; e um caso de um bebê de 7 meses.

A secretaria identificou fatores de risco em 83,1% das mortes. Entre os mais frequentes estão: cardiopatia (59,9%), diabetes mellitus (43,3%), pneumopatia (12,2%), doença renal (12,2%) e doença neurológica (11,2%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma, doenças hematológicas e doenças hepáticas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.