Estado de Nayara é bom e deve ter alta entre 7 e 10 dias

Jovem passou por cirurgia na noite de sexta-feira; bala foi alojada no canino esquerdo

18 de outubro de 2008 | 11h04

A jovem Nayara Rodrigues da Silva, de 15 anos, baleada na boca, se recupera muito bem da cirurgia e deve ter alta entre 7 e 10 dias. Seu quadro é considerado estável pelo médico Gabriel Pastore. A bala entrou no rosto de Nayara pelo lado direito, próximo ao nariz, e percorreu o espaço acima dos dentes da garota, parando no canino esquerdo. O tiro comprometeu a base do nariz, e o osso foi reparado. De acordo com os médicos, Nayara não deve precisar de uma cirurgia plástica e vai ficar no hospital de sete a dez dias, para ser acompanha e evitar infecções. O procedimento durou duas horas e meia.   Leia também: Eloá teve piora significativa após cirurgia, diz médico Governo assume erro por informações sobre saúde de Eloá Eloá, 'uma menina falante'; Lindembergue, 'um trabalhador' Especialistas condenam participação de Nayara na negociação Polícia invade, reféns são levadas e seqüestrador é preso 'O que deu errado foi o tiro que ele deu na menina', diz coronel Armas de policiais e seqüestrador são apreendidas para perícia Confira cronologia do seqüestro  Seqüestro em Santo André é o mais longo registrado em SP Pai de Nayara diz que foi ‘expulso’ pela PM de escola Galeria de fotos do seqüestro    Durante a madrugada, o governador José Serra (PSDB) foi ao Centro Hospitalar prestar solidariedade aos familiares de Nayara e Eloá. Por volta das 2h, quando recebeu a visita de Serra, Nayara pediu ao governador que gostaria de ver Alexandre Pato, jogador de futebol de quem a adolescente é fã.

Tudo o que sabemos sobre:
SequëstroNayaraEloa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.