Governo de São Paulo
Governo de São Paulo

Estação Moema, da Linha 5-Lilás, passa a funcionar aos domingos e a cobrar tarifa

O trecho Moema–Eucaliptos continuará operando em horário restrito, das 9h às 16h, para a finalização de equipamentos e sistemas

O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2018 | 22h12

SÃO PAULO - A Estação Moema, da Linha 5-Lilás do metrô, passará a funcionar aos domingos a partir deste fim de semana, quando o embarque na estação inaugurada neste ano passará a ser tarifada. O trecho Moema–Eucaliptos continuará operando em horário restrito, das 9h às 16h, para a finalização de equipamentos e sistemas, informou nesta sexta-feira, 17, a Secretaria de Transportes Metropolitanos.

A pasta diz que a operação nesse formato segue o padrão internacional para a abertura de novas estações. "O horário de operação desse trecho será ampliado gradativamente até chegar ao funcionamento pleno, das 4h40 à meia-noite, como no restante da linha e rede metroviária", acrescentou. 

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) inaugurou em abril a Estação Moema de forma inacabada, sem as portas de plataforma, que servem de proteção para os passageiros.  Em julho, a Companhia do Metropolitano confirmou novo atraso na entrega das estações da linha que estavam previstas para o primeiro semestre. 

Na Linha 5, as Estações AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin têm entrega prevista para agosto. A etapa final da linha é considerada a mais importante porque é a que fará a conexão da Linha 5 com o restante da rede metroviária, fazendo com que pessoas que moram na zona leste e trabalham em Moema, por exemplo, consigam fazer a viagem inteira de metrô. E quem mora no extremo sul passará a ter conexão direta ao centro, desafogando a Estação Pinheiros. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.