Estação da Luz tem mais um dia tenso por conta da greve

Estações do Metrô na zona leste ficam vazias no 2º dia de greve e estação da CPTM tem movimento grande

03 de agosto de 2007 | 09h27

 No segundo dia de greve dos metroviários em São Paulo a Estação da Luz teve mais um dia tenso. O grande número de passageiros na estação, que faz a integração entre Metrô e CPTM, fez com que o clima ficasse complicado nesta sexta-feira, 3. Apesar disso, não houve o tumulto registrado na quinta. Na Estação Dom Bosco da CPTM, na zona leste, o movimento também era intenso. Enquanto isso, sem a Linha 3-Vermelha funcionando, as estações do Metrô ficaram vazias na zona leste da cidade.  Portella só negocia quando Metrô voltar São Paulo enfrenta segundo dia de caosVeja o mapa e as linhas com trens parados  Como fica o transporte nesta sexta-feira  Nesta sexta, não haverá integração gratuita nas estações Luz, Brás, Barra Funda e Santo Amaro. Segundo a CPTM, o serviço vai ficar suspenso enquanto durar a greve dos metroviários.O objetivo é garantir a segurança dos usuários, em meio às dificuldades causadas pela greve.  Na zona leste, a CPTM mantém a Estação Corinthians/Itaquera fechada, por questões de segurança. A opção para os usuários é seguira para as estações Dom Bosco e Tatuapé. A Estação Dom Bosco tinha movimento intenso de passageiros nesta sexta. Nesta sexta, o Metrô funciona parcialmente, como aconteceu na quinta, primeiro dia de greve. A Linha 1-Azul começou a funcionar às 6 horas e opera com intervalos de 3 em 3 minutos. Já a Linha 2-Verde, funciona apenas entre as estações Ana Rosa e Clínicas, com intervalos de 5 em 5 minutos. As linhas 3-Vermelha e 5-Lilás, não operam durante a greve.

Tudo o que sabemos sobre:
greve do Metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.