Estação da Luz levou progresso à região

No início da colonização de São Paulo, a região da Luz era um grande pasto chamado Campo do Guaré - ou Caminho Guarepe. Em época de chuva, os Rios Tamanduateí e Tietê transbordavam e inundavam a área. "Chamamos a atenção para o péssimo estado das ruas do Morro do Chá que, à menor chuva, ficam transformadas em um immenso lodaçal, e bem assim para a falta de illuminação que alli há", escreveu um leitor ao Estado, em março de 1878.

O Estado de S.Paulo

04 Janeiro 2013 | 02h01

O nome do bairro foi escolhido por moradores, após a construção da Capela Nossa Senhora da Luz. A Ferrovia São Paulo Railway Company, iniciativa do Barão de Mauá, em 1860, levou o progresso à região. Só cargas eram embarcadas - a produção de café do Estado passava por ali para chegar a Santos.

Com a chegada da Estação da Luz, em 1865, a área se valorizou e obras de melhoria a ligaram ao centro da capital - o que atraiu empreendedores e núcleos de comércio ao entorno. A nova Estação da Luz foi inaugurada em março de 1901 - em 1982, ela foi tombada pelo patrimônio histórico. / ROSE SACONI

História: Local antes era um grande pasto, conhecido como Campo do Guaré, ou Caminho Guarepe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.