Estação Adolfo Pinheiro inicia em agosto operação total

Após quase seis meses da inauguração e de testes, parada da Linha 5-Lilás do Metrô vai funcionar em horário comercial pleno

O Estado de S. Paulo

25 Julho 2014 | 12h29

SÃO PAULO - Quase seis meses após a inauguração, a Estação Adolfo Pinheiro, da Linha 5-Lilás do Metrô, vai passar a funcionar em horário comercial pleno a partir do próximo dia 2 de agosto, a primeira segunda-feira do mês. Os trens vão circular na estação das 4h40 à meia-noite, de domingo à sexta, e até a 1h, aos sábados. A previsão é de que 14 mil passageiros utilizem a parada diariamente.

Após sucessivos atrasos, a estação foi inaugurada, ainda incompleta, no dia 12 de fevereiro, quase dois anos e meio depois da última entrega de estações no sistema metroviário de São Paulo. Nos primeiros dias, a parada funcionou das 10h às 15h e depois passou a operar no intervalo entre 9h e 16h. Segundo a assessoria do Metrô, o avanço progressivo do horário de funcionamento se deu porque a estação estava em fase de testes e de visitação.

As obras de construção começaram em agosto de 2009. Em dezembro de 2013, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) havia afirmado que a parada abriria em janeiro deste ano. No mês seguinte, passou a dizer que a cerimônia ocorreria no dia 1º de fevereiro. Contudo, faltando um dia para essa data, o Metrô adiou a abertura, alegando exigências adicionais de segurança do Corpo de Bombeiros. As recomendações nunca foram divulgadas. Com Adolfo Pinheiro, o Metrô paulistano passou a ter 75,5 km de comprimento e 65 estações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.