Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Espuma do Rio Tietê invade ruas de Salto

Causado pela degradação do rio, o fenômeno levou a prefeitura a interditar a Avenida Castro Alves, uma das principais da cidade

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

09 de setembro de 2015 | 12h56

SOROCABA – O aumento na vazão do Rio Tietê por causa das chuvas fez com que uma camada de espuma invadisse as ruas centrais de Salto, região de Sorocaba, na manhã desta quarta-feira, 9. O fenômeno levou a prefeitura a interditar a Avenida Castro Alves, uma das principais da cidade. A espuma se formava no complexo da cachoeira, na região central, onde as águas despencam entre as pedras. A camada era tão espessa que transbordou para as ruas, atraindo a curiosidade dos moradores. 

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente do município, a formação de espuma é decorrente do estado de degradação do rio, que chega à cidade já poluído pelo despejo de esgotos na Região Metropolitana de São Paulo. Segundo a pasta, a água do Rio Tietê mudou de cor e também carrega grande quantidade de lixo.

O rio está sendo monitorado, já que a prefeitura prevê a chegada de grande quantidade de detritos carreados para o Tietê pela enchente que atingiu, terça-feira, 8, a capital e cidades da Grande São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
espumario tieteSalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.