Espanhol ficará na fronteira

O médico espanhol José Maria Martin, de 56 anos, casado, pai de três filhos, é o primeiro do programa Mais Médico a chegar a Mato Grosso. Ele vai atuar em Cáceres, cidade na fronteira com a Bolívia.

FÁTIMA LESSA / CUIABÁ, ESPECIAL PARA O ESTADO , O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2013 | 02h01

Até o dia 30, o município receberá também uma médica venezuelana formada em Cuba. No total, três médicos do programa vão atuar na cidade.

Enquanto aguarda o registro no conselho de medicina, Martin conhecerá a estrutura da saúde em Cáceres. "Nesse período, ele vai se ambientando e conhecerá todo o funcionamento no município, além de conhecer as pessoas", diz o coordenador administrativo da Secretaria Municipal de Saúde, Adelk Dantas.

Segundo Dantas, Martin vai trabalhar numa unidade do Programa de Saúde da Família (PSF) e deve atender uma média de 5 mil famílias. Antes de começar a trabalhar, ele visitou unidades de saúde da periferia de Cuiabá.

Mais conteúdo sobre:
saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.