''Escutei o choro do meu irmão, mas estava muito fundo''

A família de Yoham de Jesus, de 3 anos, morto no deslizamento, vivia na Mata Virgem há um ano e tinha sido avisada do perigo na área. Sua mãe, Suzélia Hanna, de 28, recebeu oferta de R$ 25 mil para sair dali, mas não achou outra casa no valor. "Só achei uma de R$ 40 mil. Agora, nem esse valor trará meu filho de volta."

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

08 Julho 2011 | 00h00

"Pedi para Deus, mas não deu", repetia ontem o mecânico Fernando de Jesus, de 38 anos, pai de quatro filhos, após saber da morte do caçula, Yohan. A casa onde eles moravam tinha quatro cômodos de alvenaria e era montada com móveis simples. O piso estava por fazer.

Yoham pegava um iogurte na geladeira quando foi atingido. Seu irmão, Igor de Jesus, de 15, estava dormindo e também foi soterrado, mas se salvou. "Escutei o choro do meu irmão, mas vinha de muito fundo da terra", disse Igor, às lágrimas. Suzélia e a filha, Sabrina, de 12 anos, conseguiram escapar a tempo. Outro irmão, o aniversariante Mateus (foto), de 9, brincava na rua.

O deslizamento também matou a vizinha Tamires, de 18, grávida de 4 meses, e feriu uma adolescente de 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.