Escolas estaduais são alvo de fogo na zona leste de SP

Ocorrências foram na Vila Curuçá e em José Bonifácio; polícia investiga ação criminosa

O Estado de S. Paulo

10 Maio 2013 | 11h25

SÃO PAULO - Duas escolas estaduais foram alvo de focos de incêndio na noite de quinta-feira, 9, na zona leste de São Paulo. Na primeira, a E.E. Desembargador Luis Ambra, na Vila Curuçá, houve fogo em uma sala de aula, segundo a Polícia Militar. O depósito de material de limpeza da cozinha também foi atigindo, informou a Secretaria Estadual da Educação.

No momento da ocorrência, não havia aulas, já que o colégio não dispõe de atividades noturnas. Nesta sexta-feira, 10, as aulas foram interrompidas "para que seja feita a perícia", divulgou a pasta da Educação em nota. Há suspeita de incêndio criminoso. O caso foi registrado no 55.º Distrito Policial (Parque São Rafael).

Nos últimos anos, a E.E. Desembargador Luis Ambra já ficou entre as piores colocadas no Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), que mede a qualidade do ensino fundamental e médio nas escolas estaduais. A falta de segurança no local foi apontada como problema constante por mães de alunos.

Em outro colégio, a E.E. Professor Salim Farah Maluf, em José Bonifácio, um estudante "ateou fogo em rolo de papel higiênico", informou a Secretaria da Educação, "sem danos ao patrimônio público". A polícia foi chamada, mas não registrou ocorrência.

De acordo com o governo do Estado, o aluno foi identificado e suspenso por dois dias. Um professor-mediador acompanhará o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.