Anderson Gores/Alpha
Anderson Gores/Alpha

Escola suspende excursão após acidente na Rodovia Anchieta

Um dos três ônibus que transportavam os estudantes tombou; 23 pessoas ficaram feridas, a maioria sem gravidade

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

05 Dezembro 2014 | 15h44

SOROCABA - A direção da Escola Estadual Antônio Padilha, de Sorocaba, decidiu suspender a excursão de alunos a pontos turísticos de Santos, na Baixada Santista, depois que um dos três ônibus que transportavam os estudantes tombou na Rodovia Anchieta, na manhã desta sexta-feira, 5. 

O acidente deixou 23 pessoas feridas, a maioria sem gravidade. Segundo a direção, os outros ônibus receberam a orientação para retornar para Sorocaba. Dezenas de pais de alunos foram à escola entre o final da manhã e o início da tarde em busca de informações  sobre o acidente.


Houve choro e tensão. "Agora estou mais aliviada, pois falei com minha filha pelo celular e ela está bem, mas foi um susto enorme", disse a comerciante Elizabete Godinho, mãe da estudante Daiene, de 15 anos. O motorista Erasmo Castro recebeu a informação de que o filho, Tiago, de 16 anos, tivera ferimentos leves. "Ele está com o celular descarregado, mas já fez contato para dizer que só teve uns arranhões e está voltando para casa", disse.

A excursão foi preparada pela escola e envolvia cerca de 110 estudantes, além de professores e monitores. Os ônibus saíram às 6h30 de Sorocaba e chegariam às 11 horas em Santos. O acidente aconteceu por volta das 10h30 na altura de Cubatão.

De acordo com informações recebidas pela escola, nove feridos foram levados para o Pronto-Socorro de Santos, oito para o Pronto-Socorro de Cubatão, três para o Hospital Municipal de São Vicente e três para a Santa Casa de Santos. 

A Secretaria da Educação do Estado enviou um representante para acompanhar o atendimento às vítimas. A empresa União Turismo, de Sorocaba, proprietária dos ônibus, informou que o dono viajou para Santos para acompanhar pessoalmente o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.