Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Escola Rosas de Ouro homenageia Armênia na avenida

Na avenida, exalou aroma de romã, fruta típica da Armênia que remete à fertilidade e é um símbolo da abundância na cultura local

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2019 | 04h30

Com a Rosas de Ouro, quinta escola a desfilar no último dia de carnaval no sambódromo do Anhembi, a Armênia invadiu a avenida com o samba enredo "Viva Hayastan" por volta das 3h30. O rosa, cor padrão do grupo, está em todos os detalhes das alegorias e alas, em diferentes tonalidades. Predominam ainda o azul e o branco. 

A agremiação homenageia o povo armênio, que sofreu genocídio, fazendo um elo com a esperança por dias melhores, com os sentimentos de fé e superação. "Somos heranças da tua raiz / A arte que corre nas veias /Faz nossa gente feliz / A Rosas ergue a bandeira da superação / E canta Armênia nesse carnaval / Celebrando a União", canta a escola. 

A Arte Sacra, o cristianismo e a fé dão a tônica do desfile. Na avenida, exalou aroma de romã, fruta típica da Armênia que remete à fertilidade e é um símbolo da abundância na cultura local. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.