Escola particular leva seguranças em visitas

Preocupadas com a criminalidade na área, escolas particulares de São Paulo passaram a contratar seguranças para acompanhar os alunos às visitas ao Jardim Zoológico. Algumas também adiantaram a hora de retornar dos passeios.

Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2011 | 00h00

Durante a semana, crianças e adolescentes de escolas das redes pública e particular são os principais visitantes do zoo. "Até três, quatro anos atrás, um professor e um inspetor eram suficientes para levar a turma. Hoje, contratamos um segurança para cada 30 alunos, para garantir que não haja problema", disse a pedagoga Cláudia Baratella, vice-diretora do Colégio Renovação, que leva turmas ao zoo seis vezes ao ano. "Antes, deixávamos os jovens até as 17h30. Hoje, encerramos as visitas às 16 horas."

Alunos do colégio, que fica perto do zoo, são vítimas frequentes de assaltos. "Pelo menos um por semana é roubado em pontos de ônibus e estacionamentos", diz. O presidente do Conselho de Segurança da região, José Mauro Del Castilho, é favorável à construção da base fixa, desde que ela atenda todo o bairro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.