Entidade pede prazo maior de adaptação

A Central Brasileira do Setor de Serviços questiona a forma como a adesão à certificação digital será feita.

Márcio Pinho, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2010 | 00h00

Para o diretor jurídico da entidade, Percival Maricato, o governo deveria custear a implantação, já que será beneficiado, "É caro pagar R$ 100 para ter um certificado por um ano", avalia Maricato, defendendo que as empresas tenham prazo para se adaptar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.