Enterrado no Rio corpo do filho de Carlinhos de Jesus

O músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus foi assassinado na madrugada de sábado, após show em Realengo

CLARISSA THOMÉ / RIO, O Estado de S.Paulo

21 Novembro 2011 | 03h02

O corpo do músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus, filho do dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus, foi enterrado na manhã de ontem no Cemitério São João Batista. Cerca de 200 pessoas acompanharam o sepultamento do músico de 32 anos. Amigos e integrantes da banda que tocavam com Dudu, como era conhecido, levaram instrumentos musicais e tocaram sambas em homenagem ao músico. O rapaz foi morto a tiros na madrugada de sábado.

Muito emocionado, Carlinhos ficou ao lado da filha Tainah Vieira de Jesus e do neto Juan, de 8 anos, filho de Dudu. Ele se disse confiante no trabalho da polícia. "É um momento muito difícil. Ele só queria tocar, cantar e namorar. Estou confiante nos resultados. Estive com o governador, certamente será apurada essa barbaridade."

Carlinhos descreveu o filho como uma pessoa alegre e extrovertida. E disse que não tinha conhecimento de que o rapaz estivesse sendo ameaçado. Durante o velório, o caixão de Dudu foi coberto com a bandeira da Mangueira, escola de samba para a qual torcia e em que integrou a comissão de frente.

O intérprete Neguinho da Beija-Flor, o ex-presidente da Mangueira Elmo dos Santos, o ator Antônio Pitanga e a bailarina Ana Botafogo estavam entre as pessoas que acompanharam o enterro. No sábado, o governador Sérgio Cabral (PMDB) esteve no velório. Ele lembrou que cresceu com Carlinhos de Jesus no bairro de Cavalcante, na zona norte, e estava ali como amigo. "A parte policial está sendo cuidada agora", disse.

Violência. Dudu e sua banda tocavam às sextas-feiras na choperia Boteko Carioca, em Realengo, na zona oeste. Na madrugada de sábado, ele guardava equipamentos quando foi surpreendido por dois homens em uma moto. Oito tiros atingiram Dudu. A polícia deve analisar hoje imagens do circuito de segurança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.