Enterrado estudante morto por comerciante

A família de Mário Sampaio, de 22 anos, pediu punição aos assassinos do estudante, morto a facadas no Guarujá, na noite do dia 31. "Eu clamo por Justiça", afirmou Valéria Sampaio, irmã do estudante. O corpo foi enterrado por volta das 9h de ontem, no Cemitério da Saudade, em Campinas, interior de São Paulo. "A pessoa não pode ficar impune, sem acontecer nada. Ele pode esfaquear outras pessoas."

O Estado de S.Paulo

03 Janeiro 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.