Entenda a lei das sacolinhas

Norma proíbe os estabelecimentos comerciais de São Paulo de distribuir as tradicionais sacolas plásticas

O Estado de S. Paulo

17 Abril 2015 | 22h26

Em vigor desde o dia 5 de abril, a lei das sacolinhas proíbe os estabelecimentos comerciais de São Paulo de distribuir as tradicionais sacolas plásticas. Em substituição, serão usadas sacolas verdes e cinzas, que são 40% maior e biodegradáveis. 

O objetivo da lei é evitar que as novas sacolinhas sejam despejadas nos aterros com resíduos que não são reciclados e, assim, deixem de ser reutilizadas, prejudicando o meio ambiente. O lixo comum pode ser descartado na sacola cinza.

Veja o que muda com a nova lei:

Mais conteúdo sobre:
Lei das sacolinhas São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.