Werther Santana|Estadão
Werther Santana|Estadão

Doria quer entregar até 2019 creche, UBS, escola e moradias na Cracolândia

Prefeitura já iniciou demolição e emparedamento de hotéis da região; ações para combater drogas serão contínuas

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

22 Maio 2017 | 12h16
Atualizado 22 Maio 2017 | 13h23

SÃO PAULO - No dia seguinte à ação de combate ao tráfico na Cracolândia, na região central da capital paulista, o prefeito João Doria (PSDB) disse nesta segunda-feira, 22, que até dezembro de 2019 a gestão entregará na região uma creche, uma Unidade Básica de Saúde (UBS), uma escola e ainda parte das residências de interesse social previstas no projeto Nova Luz, em parceria com o governo estadual.

"Envolve o resgate de praças e canteiros públicos, plantio de árvores, espaços de lazer, de ginástica, de exercícios para a população de terceira idade. Daqui a dois anos, nós já teremos as edificações prontas", declarou Doria. "O nosso objetivo é, até o final de 2019, todas as obras fundamentais prontas e entregues: a escola, a UBS, a creche e a maior parte dos edifícios de residência de interesse social estarão já entregues, porque, no regime de PPP (Parceria Público-Privada), a velocidade é muito maior."

O prefeito disse ainda que a Cracolândia não voltará a existir na região da Luz. Segundo ele, as ações para coibir o uso de drogas na região serão contínuas e perpetuadas durante a sua gestão.

"Não volta mais, não volta mais. Pode afirmar, pode duvidar, mas pode ter certeza, enquanto eu for prefeito de São Paulo, a cracolândia não vai mais existir. Ali, a partir de agora, é um espaço reconquistado pela cidade, pela cidadania e pelos habitantes que poderão circular com segurança", disse o prefeito.

Doria disse ainda que vai manter pemanentemente as ações na região, com o uso de câmeras de monitoramento móveis e fixas. Também disse que a Prefeitura já iniciou a instalação de tapumes e demolição de hotéis da Cracolândia - alguns deles foram emparedados com tijolos de concreto.

Doria afirmou também que o programa Redenção fará ações "em breve" em pequenas Cracolândias na Vila Nova Ceagesp, na zona oeste, Radial Leste, na zona leste, e Roberto Marinho, na zona sul, onde há atuação do pequeno tráfico, segundo ele. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.