Engenheiro é morto a tiros na zona sul de São Paulo

Amigo da vítima contou que os dois caminhavam rumo a um restaurante quando uma pessoa disparou

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

30 Janeiro 2009 | 21h43

O engenheiro Raimundo Mondo Romano, de 56 anos, morreu nesta sexta-feira, 30, após ser baleado na Rua Antônio das Chagas, na Chácara Santo Antônio, zona sul de São Paulo. O crime ocorreu por volta das 13h30. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), em depoimento à polícia, um amigo da vítima contou que os dois caminhavam rumo a um restaurante quando uma pessoa efetuou um disparo. O amigo afirmou que correu para se esconder e não ouviu o autor do disparo falar nada.   Romano chegou a ser levado ao Hospital Regional Sul, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia encontrou três cápsulas deflagradas no local do crime. Um denúncia anônima indica que o atirador fugiu num carro. Até esta noite, ninguém havia sido preso. De acordo com a SSP, o engenheiro era egípcio e se naturalizou brasileiro. O caso foi registrado no 11º Distrito Policial, de Santo Amaro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.