Mirella Martins/Facebook
Mirella Martins/Facebook

Engenheira é morta a tiros em tentativa de assalto na zona sul

Mirella Martins, de 26 anos, estava acompanhada de outra jovem, de 25, quando foi abordada por dois homens armados na Saúde

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2019 | 10h30
Atualizado 25 de dezembro de 2019 | 21h00

SÃO PAULO - Uma engenheira civil de 26 anos foi assassinada a tiros durante uma tentativa de assalto no Jardim Colina, na região da Saúde, zona sul de São Paulo, na madrugada deste domingo, 22. Outra jovem também foi baleada e ficou ferida. Os criminosos fugiram. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo, Mirella Martins e uma amiga de 25 anos estavam em uma motocicleta Dafra Citycom preta na Rua Dom Pero Sardinha, por volta da meia-noite, quando foram abordadas por dois homens armados em outra moto.

A dupla pediu que Mirella entregasse a moto, mas ela se recusou. Os homens, então, atiraram contra as duas vítimas. A dona do veículo foi alvejada no tórax. Ela chegou a ser socorrida e levada ao Hospital São Paulo, na zona sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A outra vítima foi atingida no dedo indicador, foi levada à mesma unidade de saúde e já recebeu alta.

Os dois criminosos fugiram na moto em que estavam, sem levar o veículo de Mirella. Até a manhã desta segunda-feira, 23, eles ainda não tinham sido identificados.

Foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado como latrocínio (roubo seguido de morte) no 16º Distrito Policial (Vila Clementino).

Despedida

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte de Mirella.

"Menina linda, batalhadora, esforçada, com certeza um orgulho para familiares e amigos. Triste, muito triste", escreveu um parente. "É inacreditável que uma moça tão linda com um futuro brilhante pela frente tenha sua vida ceifada dessa forma."

O velório de Mirella ocorreu na noite deste domingo no Cemitério Parque dos Ipês, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. O enterro está programado para a manhã desta segunda.

Bairro do Limão

A ação criminosa na Saúde foi semelhante a um caso que aconteceu no bairro do Limão, na zona norte, na madrugada do dia 20. Na ocasião, uma dupla em uma motocicleta tentou roubar a moto na qual estava um homem na Avenida Engenheiro Caetano Álvares, próximo à Marginal do Tietê.

A vítima estava em uma Kawasaki Ninja e foi atingida por disparos de arma de fogo, retirada do local com vida e levada a um pronto-socorro da região. Assim como na ocorrência da saúde, a dupla atirou e fugiu sem levar nada.

Tudo o que sabemos sobre:
latrocínioSão Paulo [cidade SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.