Enfermeira reage a assalto e acaba morta

A enfermeira Fernanda de Cássia Miranda Amaral, de 34 anos, foi morta a tiros, no fim da tarde de ontem, após reagir a um assalto na Rodovia Otávio Pilon, entre as cidades de Cesário Lange e Cerquilho, no interior paulista. Ela dirigia seu carro quando, na altura do km 16, foi fechada por outro veículo e duas motocicletas, ocupados por três ladrões que exigiram que a mulher entregasse a bolsa. A enfermeira se recusou e tentou escapar dos bandidos.

SANDRO VILLAR , ESPECIAL PARA O ESTADO , PRESIDENTE PRUDENTE, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2012 | 02h04

Ao tentar fugir, a mulher, que estava sozinha no carro, atropelou um dos motociclistas. Após se levantar, o assaltante caminhou na direção do carro de Fernanda e, da porta do veículo, disparou dois tiros na cabeça da vítima. Ela morreu na hora.

Os assassinos fugiram com pertences da enfermeira. Eles levaram um celular e dinheiro. Duas testemunhas teriam presenciado o crime e, até a noite de ontem, ninguém havia sido preso. Cássia tinha ido visitar parentes em Cesário Lange.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.