Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Enfermeira é assassinada a tiros em frente à UBS onde trabalhava

Crime aconteceu na manhã desta sexta-feira na Praça da Bandeira, na região central de São Paulo; suspeito foi preso e levado ao 1º Distrito Policial

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

22 Julho 2016 | 15h19

SÃO PAULO - Uma enfermeira de 35 anos foi assassinada a tiros na manhã desta sexta-feira, 22, em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) da República, na região central da capital paulista, onde ela trabalhava. O suspeito de ter cometido o crime foi preso pela Polícia Militar.

O crime aconteceu por volta das 7 horas, na porta da UBS, localizada na Praça da Bandeira. A vítima morreu no local. O autor dos disparos foi levado ao 1º Distrito Policial (Sé) e, até as 15 horas, ainda não havia prestado depoimento.

Informações preliminares indicam que o suspeito também era enfermeiro e que teria tido um relacionamento com a vítima. 

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo lamentou a morte. "Funcionária da unidade desde 2011, F.S.L. atuava na equipe de Consultório Na Rua, voltado ao atendimento à população em situação de rua, com dedicação e zelo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.