Encontrar o corpo é imprescindível para a condenação?

Tales Castelo Branco *

, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2010 | 00h00

Sim

Para condenar alguém, é necessário provar que houve morte, que o suspeito foi autor do crime. Sem o corpo, ainda é possível acusar a autoria se houver evidências fortes. Mas a única prova inequívoca de que houve morte é o cadáver. É possível que evidências convençam um júri a condenar o suspeito, mas o mais lógico e seguro nesses casos é a absolvição.

É ADVOGADO CRIMINALISTA

Maurício Ribeiro Lopes *

Não

Para condenar alguém, é preciso provas - e não necessariamente cadáver. Um longo desaparecimento, manchas de sangue, telefonemas e outras evidências podem ser suficientes para comprovar a morte e incriminar os autores. Quando a investigação cerca o suspeito e constrói a teoria de modo a não tornar plausível nenhuma outra hipótese, isso basta.

É PROMOTOR DE JUSTIÇA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.